MOTOCICLISMO NEWS PRÓXIMO EVENTO – WSBK: 3ª Rodada do Mundial 2024 – GP dos Países Baixos no circuito de Assen e ATUALIZAÇÕES SOBRE A MOTOVELOCIDADE

A - ESPORTES A2 - MOTOCICLISMO NEWS

‘A Catedral’ do motociclismo, como é coloquialmente conhecida, Assen tem uma história quase incomparável no esporte a motor, sendo o único local a realizar uma etapa do Campeonato Mundial de MotoGP todos os anos desde sua criação em 1949 (com exceção de 2020, devido à pandemia de COVID-19). Também hospeda corridas do WorldSBK desde 1992 e comemorou seu 25º aniversário como local do WorldSBK em 2016.

ACOMPANHE MAIS PARA BAIXO TODAS AS INFORMAÇÕES!

Programação e informações do GP, bem como Atualizações Gerais do Motociclismo, abaixo 👇👇👇

PATROCINADO:

🏍️🏍️🏍️ Vendo CBR 1000 RR 46 mil KM, 2007. Não é daquelas que baixa óleo nem fuma Nada para fazer *NOVA* Contato: 54 9 9136-3402

PEGO MOTO NA TROCA – Vendo CBR 1000RR 2007 em raro estado de conservação;
1 – Última desse modelo e aos que não entendem, essa não é daquelas que baixa óleo nem fuma (nem de forma original, nem agora), sendo uma ótima opção de esportiva a um valor acessível e sem defeitos;
2 – Toda em dia, nada para fazer, é pegar e rodar, 2024 pago; Acabei de fazer uma Viagem de 1000 Km com ela e tenho vídeo para comprovar; 3Relação nova, recém trocada – Paguei R$ 1450 na troca e posso provar através de vídeo feito no dia da troca; 4 – Escape original; 5 – Apenas 46 mil KM; 6 – Sistema anti furto no chaveiro; 7 – Manual e chave reserva; 8 – Econômica: 20 KM/l na mão leve; 9 – Pretona como você sempre quis. 10 – De verdade, ela não tem nada de mecânica para fazer, nenhum problema. Venha ver e você vai negociar.
R$ 40.000,00
Veja os vídeos no canal do Youtube: “Encontros e Viagens de Moto by Ariel

ou veja aqui

ou veja aqui

🏍️🏍️🏍️ Vendo Yamaha Nmax 160 ano 2021 com apenas 6 mil Km. Zerada! Contato: 54 9 9136-3402

1) Zerada, nada pra fazer, apenas 6 mil Km; 2) Econômica, chega perto dos 40 Km/l; 3) Perfeita para uso urbano, mas vai muito bem na estrada; 4) Freio ABS nas duas rodas; 5) Partida elétrica com sensor presencial; 6) Toda original; 7) Sensor Stop/Star que desliga o motor no sinal (desativa no botão); 8) Espaço embaixo do banco cabendo 1 capacete grande; 9) Computador de bordo.

ou veja aqui

ENTRE NO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP ESPORTE TOTAL MOMENTOS EMOCIONANTES E RECEBA MATERIAIS EXCLUSIVOS: É grátis

SE INSCREVA TAMBEM NOSSO CANAL DO YOUTUBE

Horários:

De 19 a 21 de Abril de 2024!

Aqui você acompanha também os vídeos, resenhas e links a partir dos treinos livres – MAIS PARA BAIXO

3 – RESULTADO, RESENHA E LINK DA TRANSMISSÃO COM NARRAÇÃO AO VIVO da Superpole Race e da Corrida 2 (em 21/04/2024 a partir das 06:00

Aguarde…

2 – RESULTADO, RESENHA E LINK DA TRANSMISSÃO COM NARRAÇÃO AO VIVO da Corrida 1 e resultados (em 20/04/2024 a partir das 09:00

Aguarde…

1 – RESULTADO, RESENHA, VÍDEOS… dos treinos (em 19/04/2024 a partir das 05:20 com o FP1)

Aguarde…

ATUALISAÇÕES SOBRE A MOTOVELOCIDADE:

NÃO PERCA NOSSAS LIVES (quartas as 19 horas):

ou veja aqui

Liberty Media considera uma abordagem separada para a gestão da Fórmula 1 e MotoGP

ou veja aqui
  • MAIS UM – Após o acidente de ontem de Dovizioso que divulgamos em nossos canais, agora Danilo Petrucci fratura de clavícula e mandíbula em acidente de motocross: após um bom início de segunda temporada no Mundial Superbike, Danilo Petrucci poderá ser afastado das pistas para a próxima rodada em Assen, após sofrer uma fratura na clavícula direita e na mandíbula. Petrucci andava de motocross em preparação para a rodada holandesa do próximo fim-de-semana. O italiano será submetido a uma cirurgia em consequência dos ferimentos. Petrucci está atualmente em sexto lugar na classificação do WorldSBK e em segundo atrás de Andrea Iannone na corrida para ser coroado o melhor piloto independente. O comunicado da Barni Ducati disse: “Como resultado de uma queda durante o treinamento com a moto de motocross, Danilo Petrucci sofreu uma fratura na clavícula direita e na mandíbula. O piloto da Barni Spark Racing Team sempre permaneceu consciente e será submetido a uma cirurgia. Danilo esteve em Cingoli para um dia de preparação para a próxima rodada do WorldSBK.” O acidente de Petrucci ocorre apenas dois dias depois que Andrea Dovizioso, ex-companheiro de equipe da Ducati, sofreu seu próprio acidente.
  • Scott Redding admite que estava errado com relação a Toprak Razgatlioglu: Apesar de ainda não ter terminado entre os dez primeiros, Scott Redding afirma que progrediu com a sensação da sua M 1000 RR e admite que as vitórias de Toprak Razgatlioglu na BMW o surpreenderam: “Tem sido um pouco difícil com altos e baixos; Vejo um pouco mais de potencial em termos da moto e de mim mesmo, mas simplesmente não foi mostrado. Phillip Island e Barcelona são meus piores circuitos em geral, mesmo que eu ame Phillip Island, Eu só luto para obter resultados lá desde que mudei de fabricante. Eu sei disso, então não fico mais estressado com isso, enquanto no ano passado trabalhamos na tentativa de melhorar o desempenho da moto nas curvas longas, o que tem sido problema meu. Depois, mudando-nos para Barcelona, essas coisas em que trabalhamos melhoraram. Meus pontos fracos sempre foram o setor dois, mas este ano conseguimos estar melhores lá pela primeira vez na minha vida. As coisas em que trabalhamos em Phillip Island funcionaram; Senti que tudo deu certo, na Corrida 2 especialmente com o consumo de pneus. Senti que andava muito bem e que administrava a situação da melhor maneira possível. De fora Toprak vencer corridas é fazer parecer pior para mim mas eu sinto que eu fiz outro passo, é apenas não mostrando como os dois primeiros circuitos não são o meu estilo. A equipe me ajudou a não me estressar quando não correu bem e, em vez disso, a trabalhar na moto de maneira calma.” Scott Redding falou sobre as vitórias impressionantes de Toprak: “De fora, Toprak está fazendo um trabalho fenomenal ao atuar. Tenho de felicitar o Toprak porque ele fez algo que pensei que nunca aconteceria: podia ter apostado na minha vida que ele não teria ganho uma corrida em Barcelona e provou que eu estava errado. Acho que tem muita gente no mesmo barco que eu e acho incrível! É difícil ver outra pessoa a bater-te na mesma moto mas, ao mesmo tempo, tens de dar respeito onde é devido e isso dá-me motivação também. Há coisas boas e ruins mas no final, estou mesmo feliz por ele. Não posso tirar nada! A conservação da vida útil do pneu foi enorme e ele acertou na cabeça, mas com seu estilo de pilotagem, ele pode economizar mais um pneu traseiro, o que o está ajudando mais. Ele freia tão tarde que tem um tempo de volta no bolso em uma corrida, mas é ele e o que ele tem em sua caixa de ferramentas de corrida e ele aperfeiçoou.” Será que ele acha que tem pressão sobre ele agora que Toprak venceu? “Há sempre pressão neste jogo. Por mais que eu esteja feliz por ele, é difícil ver isso acontecer, pois sinto que eu deveria ser o cara vencendo. Esse é o esporte em que estamos: todos os pilotos do grid sentem que devem vencer a corrida. Tenho lutado muito nos últimos anos para tornar o pacote bom e então sinto que o pacote é bom, mas não tive tempo de brilhar. Não estou amargurado com isso. Quero vencer todos na pista, aqueles na mesma moto e meu companheiro de equipe, mesmo assim. Por isso me motiva, pois às vezes, é preciso ter uma perda para encontrar fogo e seguir em frente. Eu trabalho um pouco assim; Preciso levar um pouco de força e me livrar e então começarei a correr melhor!” Com uma série de atualizações, Redding sentiu as melhorias com o M 1000 RR: “Definitivamente há mais potencial na moto e você pode ver isso nos resultados também; os números e os papéis no final da corrida não mentem. Porém, para mim, a nova carenagem ajuda a moto a lidar melhor, mas depois sofro em linha reta na velocidade máxima, o que me atrapalha um pouco. Os tempos estão tão próximos agora que você não pode se dar ao luxo de perder a qualquer momento. Há alguns dar e receber, mas em geral sinto que o pacote está melhor; você pode ver que Mikey tem sido consistentemente um pouco melhor. Acho que há mais por vir em resultados e a BMW fez um bom trabalho no crescimento do pacote. As pessoas que a BMW trouxe ajudaram a fazer com que o pacote avançasse a um ritmo mais rápido. Está avançando mais rápido hoje em dia, então temos que estar com a bola. Quando formos para os circuitos onde temos sido historicamente fortes, não acho que será apenas um deles na frente, seremos todos nós. Trabalhamos na moto para parar e virar e conseguimos isso então acho que se passarmos para Assen e eles trabalharem lá – que deveriam – podemos começar a terminar entre os seis primeiros. É aí que o potencial de mim e da máquina pode estar e estou animado para chegar a essas corridas.” Para finalizar, Redding elogiou a equipe de testes, que segundo ele, agora está fazendo o que ele pediu a tempos, e também elogiou Bulega e Iannone: “Acho que a equipe de testes tem sido incrível e é algo que pressionamos desde o primeiro ano, simplesmente não se materializou por muito tempo.. Bulega é um bom piloto. Ele tem sido muito bom desde o primeiro dia e com muita confiança. Ele está andando de moto sem estresse. Talvez a corrida ele esteja lutando um pouco ainda – alguns são rápidos nos testes e outros correndo – mas temos que lembrar que ele é um novato e ele está indo muito bem. Sobre Iannone, muitas pessoas duvidavam dele, mas eu acreditava que ele lutaria pelo pódio ou por ele na Austrália. Corri com ele a vida toda, você não tem esse calibre de piloto e retira-se alguns anos e depois perde. Ele é agressivo, está lutando e é ótimo para o WorldSBK paddock.
  • Assinando com os alemães para vencer – a linha do tempo de Toprak com a BMW para a glória: 22 DE MAIO 2023: do nada e indo para a BMW – Com apenas uma vitória na temporada de 2023, ‘El Turco’ participou de um teste de MotoGP™ para a Yamaha, mas os comentários foram mistos, com o estilo de Toprak necessitando de se adaptar às necessidades de MotoGP™. Ele reclamou também e ficou chateado pois, segundo ele, a moto não foi preparada especificamente para ele. Com uma porta aparentemente fechada – no momento, – Toprak afirmou que se quiser permanecer no WorldSBK, então precisa de um novo desafio. Esse desafio veio na forma da BMW com uma das maiores transferências que o Campeonato já viu. 1 DE JUNHO de 2023: “Espero ganhar o Campeonato”. Quando a quinta rodada em Misano acenou, foi nossa primeira chance de conversar com Toprak e as principais pessoas da BMW sobre a mudança. Toprak evitou os motivos, dizendo: “Digo que se permanecer no WorldSBK, preciso de um novo desafio. Essa é uma boa motivação para mim, estou me sentindo mais de 100% motivado. Primeiro, estou feliz por ter assinado com uma nova equipe. Vejo que as pessoas dizem: ‘esta não é uma moto vencedora, não será fácil’. Isso me motiva mais porque ouço algumas pessoas e me sinto mais motivado agora porque agora meu sonho é que, depois da primeira vitória, eu possa simplesmente pedalar. É possível que esta seja uma moto vencedora. É um grande sonho para mim e um grande novo desafio.” O diretor da BMW Motorrad Motorsport, Marc Bongers, também compartilhou sua opinião, dizendo que sim foi “muito emocionante”, entre outras coisas. A mudança de Toprak causou polêmica e, eventualmente, foi o catalisador para uma das maiores temporadas de todos os tempos, com seus rivais não se esquivando do que pensavam da transferência. Scott Redding, que seria o piloto que Toprak substitui na BMW, afirmou que não sabia o que Toprak traria para o projeto, enquanto os colegas do trio titânico Alvaro Bautista e Jonathan Rea tinham a mente aberta sobre isso. Bautista saudou-o como “não é uma ideia maluca”, enquanto Rea até falou do #54, talvez sendo o “ elo perdido” para o fabricante alemão. 3 DE DEZEMBRO de 2023: as primeiras voltas com a BMW – “Na primeira volta, eu estava sorrindo”, disse ele. Depois de ter que esperar devido a seu contrato com a Yamaha, a primeira experiência de Toprak com o BMW M 1000 RR ocorreu em Portimao, em dezembro de 2023. Depois de um problema mecânico em sua primeira corrida, Toprak conseguiu entrar na pista com suas primeiras palavras sendo que “na primeira volta, eu estava apenas sorrindo”, algo que claramente mostrou bons sinais desde o início. Para nomes como Shaun Muir, chefe da equipe, ele disse que com os primeiros comentários positivos, “nosso momento tem que vir” e quão certo ele estaria. 2024 – NOVA ERA17 DE JANEIRO 2024: Lançamento da equipe BMW em Berlim – “A missão é clara” – A capital da Alemanha foi palco da inauguração da pintura do Campeão do Mundo de 2021 ao lado do bom amigo Michael van der Mark, bem como da equipe Bonovo Action BMW de Scott Redding e Garrett Gerloff. No entanto, aqueles que estavam falando sobre Toprak, como Muir, Bongers e o Diretor Técnico da BMW, Chris Gonschor, estavam todos entusiasmados com o que é uma nova era para o fabricante alemão. Muir disse isso “Toprak traz para a equipe uma certa qualidade que talvez não tenhamos tido antes”, considerando que Marc Bongers afirmou isso “a pressão está ligada, mas não quebramos sob pressão e vamos em frente.” Porém, foi Gonschor quem expôs a grande reivindicação desde o início: “A missão é clara; queremos conquistar o título do Campeonato.” Um alerta severo para a concorrência da BMW… 25 DE FEVEREIRO de 2024: Primeiro pódio de Razgatlioglu no fim de semana inaugural com a BMW. Um bom desempenho na Superpole Race de Toprak fez com que ele segurasse Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati) em linha reta na última volta – a ironia das últimas corridas de 2023 – para ficar em terceiro em apenas sua segunda corrida com o fabricante. Foi um desempenho impressionante de Razgatlioglu, mas uma falha no motor da Corrida 2 significou que seu fim de semana inaugural foi “50/50”. 23 DE MARÇO 2024: A PRIMEIRA VITÓRIA – “Tem sido meu sonho” – Numa corrida clássica do Mundial Superbike, uma das maiores que já vimos, Toprak conquistou a vitória numa última volta hipnotizante. Vindo de mais de quatro segundos à deriva nas últimas seis voltas no que foi uma batalha pelo desgaste dos pneus, o turco atacou Nicolo Bulega (Aruba.it Racing – Ducati), depois que o estreante foi muito forte e muito cedo, dado sua inexperiência na categoria. Toprak soube aproveitar isso. Falando na vitória, Toprak saudou um “sonho” vencer em Barcelona pela primeira vez e fazê-lo naquela que historicamente foi a pior pista da BMW deve trazer algumas previsões do que pode acontecer. 24 DE MARÇO 2024: Um clássico da Superpole Race “Esse foi um trabalho de Rossi!” Em uma batalha na última volta para sempre, Razgatlioglu deixou para a última curva a ultrapassagem para cima de Alvaro Bautista sendo então o confronto final, nos lembrando do famoso passe de Valentino Rossi para a vitória no Grande Prêmio da MotoGP contra Jorge Lorenzo no evento catalão de 2009. O #54 estava no topo à frente de Andrea Iannone (Team GoEleven) que atacou, enquanto Bautista só conseguiu o terceiro – novamente derrotado por Razgatlioglu, mas desta vez em uma luta na última volta – algo que não acontecia desde a Superpole Race de San Juan em 2022. Até aqui a BMW com Toprak só teve crescimento, e o principal sucesso, até aqui, veio em uma pista desfavorável. Você já sentiu o cheiro de título para a BMW ou acha que não acontecerá? Deixe seu comentário.
  • Remy Gardner considera a Superbike 25 vezes mais divertida que a MotoGP: Aos 26 anos, Remy Gardner é um dos pilotos de superbike mais jovens, mas o australiano percorreu um longo caminho. Porque é que o australiano prefere a sua Yamaha R1 a uma moto de MotoGP? Como filho do campeão mundial da 500 Wayne Gardner, Remy Gardner nasceu, filho da velocidade. Autódromos e motocicletas são seu ambiente natural desde a infância. Foi promovido ao Campeonato Mundial de Moto3 com apenas 16 anos. Ele encerrou sua carreira na Moto2 com o título da Copa do Mundo de 2021 e foi promovido a MotoGP com a Tech 3 KTM. Mas a categoria rainha acabou sendo uma decepção para o australiano; desde 2023 ele disputa o Campeonato Mundial de Superbike na equipe Yamaha Giansanti Racing. E o piloto de 26 anos parece não se arrepender de ter se despedido do Paddock da MotoGP. Pilotar uma superbike dá a Gardner ainda mais prazer do que uma motocicleta de MotoGP bem mais cara. Ele fala: “Você é fundamentalmente diferente. Para mim, uma superbike oferece muito mais prazer de pilotar, 25 vezes mais. Está lá para condução ativa. Falei com Alvaro Bautista e ele disse que você pode encontrar alguns décimos de segundo se colocar ainda mais pressão aqui e ali. Com uma máquina de MotoGP você atinge o limite da eletrônica, e então é como se você estivesse correndo contra uma parede.” Cenas de corrida espetaculares, como as vistas recentemente em Barcelona nas vitórias da BMW de Toprak Razgatlioglu, tornaram-se menos comuns na série de protótipos. “Na classe MotoGP é quase impossível empurrar a moto acima do limite. O essencial das superbikes é que um piloto ainda pode contribuir com algo que faça a diferença.” Claro que não poder andar na frente, como ele fazia na Moto2, também ajuda a não ter uma boa experiência, mas o seu relato é interessante mesmo assim.
  • Bassani e Rinaldi caindo na Corrida 2
ou veja aqui
  • Pega Toprak e Bautista ficou na história:
ou veja aqui
  • Pega Lowes e Bulega na Superpole Race em Barcelona
ou veja aqui
ou veja aqui
  • Poderemos ter profundas alterações no WSBK: Na segunda-feira de Páscoa, 1º de abril, o Dorna anunciou acordo com a Liberty Media. O ovo surpresa não é uma piada do Primeiro de Abril e pode ter consequências de longo alcance para o Campeonato Mundial de Superbike. É um mega-acordo: a Liberty Media adquire uma participação maioritária de 86 por cento na Dorna Sports SL por 4,2 milhões de euros. Como foi feito com a Fórmula 1 em 2017, a empresa norte-americana também está incorporando a classe rainha sobre duas rodas, a MotoGP. A agência espanhola também detém os direitos de Moto2, Moto3, MotoE, Superbike World Cup, Supersport World Cup 300, Motorcycle Women’s World Cup e várias séries líderes. A Dorna Sports continua sendo uma empresa independente, mas é designada para o Grupo de Fórmula Um da Liberty Media, o que torna óbvia a classificação da importância. O presidente e CEO da Liberty Media, Greg Maffei, não esconde os motivos da compra da Dorna. “MotoGP é uma liga global com uma base de fãs leais e entusiasmados, corridas cativantes e um fluxo de caixa positivo gerando perfil financeiro. Carmelo e a sua equipe de gestão construíram um grande espetáculo desportivo que podemos tornar acessível a um público global mais vasto. O negócio tem um potencial considerável e pretendemos desenvolver ainda mais o desporto para os adeptos do MotoGP, equipes, parceiros comerciais e os nossos acionistas.” A organização anterior da Dorna com Carmelo Ezpeleta no topo deve continuar o negócio, mas o espanhol já tem 78 anos e não continuará ativo por muito tempo. Com a maioria, a Liberty Media poderá preencher os cargos mais importantes de uma forma nova e, no seu sentido, o mais tardar quando renunciar. Pode presumir-se que as autoridades antitrust irão rever criticamente a participação maioritária. Porque como detentora dos direitos da série de automobilismo mais importante, a Liberty Media terá grande poder de mercado sobre estações de TV e operadores de pistas de corrida. O que ainda pode vir a ser uma vantagem para as séries de Fórmula 1 e MotoGP em foco pode se desenvolver negativamente para as séries menos lucrativas. Porque onde há vencedores, há sempre perdedores. Então, acreditamos que será tudo muito benéfico para nós fãs, com um crescimento que está por vir. Porém, sempre poderá haver profundas alterações, que talvez nem todos gostem. Vamos aguardar e ver no que dá.
ou veja aqui
  • A Honda afunda cada vez mais também no WSBK: A Honda Racing Corporation usa o Triple-R no Campeonato Mundial de Superbike desde 2020, mas só alcançou cinco terceiros lugares desde então. Nenhum outro fabricante é tão mal sucedido quanto a maior fábrica do Japão, e possivelmente a mais forte do mundo também, e nenhum outro fabricante viu tão pouco progresso. Pilotos como Xavi Vierge estão sofrendo. Honda atraiu o espanhol para fora da Moto2 para a categoria superior do Campeonato Mundial de quase série 2024 é sua terceira temporada de superbike, ameaça se tornar a pior: depois de dois encontros, o piloto de 26 anos marca a 15ª posição com 13 pontos. Na classificação geral ele é, portanto, o melhor piloto Honda. Iker Lecuona, que teve que falhar Phillip Island por lesão, tem apenas três pontos. Os pilotos da Petronas, Tarran Mackenzie e Adam Norrodin, até agora não chegaram aos pontos. “É um início de ano complicado, assim como foi no final de 2023. Sabíamos que seria muito difícil se não déssemos um grande passo em frente em relação ao nosso nível atual. Mas é assim: uma nova motocicleta está lá, mas tem um caráter muito semelhante ao anterior. Todos melhoram ano após ano, mas parecemos estar sempre mais afastados. A equipe sabe disso e estamos constantemente trabalhando para mudar a situação.” A Honda mudou muito na moto. O chassi foi ajustado com as informações da equipe de corrida e o novo motor tem uma abundância de desempenho, porém não surtiu o efeito esperado: “O motor é muito parecido com o do ano passado. Quando o testei, senti que tinha muito potencial em altas velocidades; é uma motocicleta muito rápida. Das curvas, no entanto, não podemos acelerar isso e usar os pneus. Só podemos explorar o potencial na linha reta se tivermos deixado a curva para trás. Precisamos encontrar uma maneira de fazer o motor funcionar em baixas velocidades.” E segue o calvário das japonesas.
  • Como foi a ideia da Go Eleven de contratar Andrea Ianonne? Com Iannone, a equipe da Ducati Go Eleven está sob observação especial no Campeonato do Mundo de Superbike de 2024. E não poderia ser diferente, graças ao ótimo desempenho do seu piloto principal. Vamos aos detalhes de como surgiu o acordo com o proeminente italiano com o seu passado de MotoGP e de Doping. Já temos histórico de pilotos proeminentes na equipe Go Eleven. Em 2008, Max Biaggi dirigiu sua segunda temporada de superbike para a equipe italiana e alcançou sete pódios. Naquela época, o seis vezes campeão mundial (4 x 250 (1994, 1995, 1996 e 1997), 2 x SBK (2010 e 2012)) ainda era um novato nas superbikes antes de se tornar mais acessível no paddock. É provavelmente por isso que o dono da equipe, Gianni Ramello, teve dúvidas quando, no ano passado, pensou sobre o possível compromisso de Andrea Iannone com o Campeonato do Mundo de Superbike de 2024: “Foi ideia do meu filho Elias. Ele me irritou por um mês inteiro e continuou me dizendo que tínhamos que levar Andrea. Não fiquei muito convencido porque não é fácil gerir um piloto com certa reputação e consciência numa equipe privada. Você pode se meter em problemas!” Acho que todos nós tínhamos dúvidas se daria certo. Porém, a ponderação entre riscos e oportunidades acabou por falar em nome do antigo piloto de MotoGP: “Conhecemos ele pela primeira vez em Misano. Tinha ideias claras porque já tinha falado com a Ducati e a Dall’Igna. Em Ímola temos tudo sob o mesmo teto. Sou alguém que não pensa muito. Depois de colocar algo na cabeça, tenho que fazer isso. Basta. Quanto a ele: Eu não participei do primeiro teste com Andrea, mas na Austrália ele me surpreendeu com sua maneira de trabalhar. Ele é muito impulsivo e faz todas as perguntas. Pensei que seria difícil. Mas gostei na corrida porque ele é muito preciso.” Iannone dá atenção à mídia e sucesso esportivo: nos dois primeiros encontros sazonais em Phillip Island e em Barcelona, o piloto de 34 anos se classificou na primeira fila e ficou em terceiro e segundo lugar no pódio!
  • Toprak Razgatlioglu pode ganhar o Campeonato este ano: Quem acha isso é Kenan Sofuoglu. O empresário do piloto reagiu depois que o #54 conquistou suas duas primeiras vitórias na BMW em Barcelona. E com tudo que aconteceu na rodada espanhola, com duas vitórias para o turco, certamente agora não é só ele quem acredita nisso. Falando após as duas vitórias, o empresário de Razgatlioglu deu seus pensamentos, bem como delineou por que ele acredita que o Campeão de 2021 pode ganhar o título deste ano: “No ano passado, tomamos uma grande decisão de ir para a BMW, e dei muito apoio à Toprak para tomar essa decisão. Tantas pessoas pensaram que tomamos a decisão errada. Como piloto, acreditava que a BMW era uma moto muito boa. Na primeira reunião em que falei com a BMW, a equipe e o gerente falaram sobre isso, e eu pensei que eles tinham uma moto muito boa. Eu pensei, ‘Você tem um quebra-cabeça muito legal e falta uma peça’ que é Toprak. Está tudo indo muito bem agora, ele está vencendo no segundo round.” A vitória de Razgatlioglu na Superpole Race veio de forma espetacular, replicando a jogada de Valentino Rossi em 2009 sobre Jorge Lorenzo na Curva 14 para conquistar a vitória na curva final. Falando sobre isso, Sofuoglu revelou que perguntou ao jovem de 27 anos por que não ultrapassou Bautista na Curva 10, curva que costuma se adequar aos seus pontos fortes: “Acredito que Toprak é um dos pilotos mais fortes da última volta principalmente. Em Barcelona, você precisa fazer seu último ataque no gancho antes da última parte da pista. Toprak não conseguiu e eu me perguntei por que ele não tentou, porque eu sei que ele normalmente faz nesse tipo de ataque. Ele solta o freio, consegue parar a moto e não conseguiu. Estava pensando na segunda posição. Na última curva, encontrou um lugar para entrar, e fez. Perguntei por que ele não tentou no lugar que ele é forte, ele disse, ‘Havia uma grande lacuna, eu não consegui mas eu não desisti, esperei até a última curva’ e ele conseguiu.” Sobre a esperança de título este ano, e sobre se esperava essas vitórias precoces, ele disse: “Acreditávamos muito, mas não tínhamos certeza de quando podíamos vencer. Depois dos testes de inverno, comecei a acreditar mais. Mas eu estava acreditando que podemos vencer em Assen ou Donington, não esperava em Barcelona! Barcelona não é a pista favorita de Toprak, mas é muito forte. Toprak está em sua sexta temporada no WorldSBK e se eu olhar para todos os tempos de testes de inverno, Toprak está mais forte este ano com a BMW, e entendo que ele será o favorito para o título.” Quando questionado se a meta para 2024 é o título, Sofuoglu respondeu: “Definitivamente. Quando assinamos, foi por dois anos mas não sabíamos quando; primeiro ano ou segundo ano. Estávamos acreditando mais para a segunda temporada. Depois dos testes de inverno, pensei, ‘Toprak pode vencer o campeonato este ano com esta moto’. A moto é mais legal do que esperávamos.” Quatro pilotos já venceram em 2024, com Alex Lowes (Kawasaki Racing Team WorldSBK) e Nicolo Bulega (Aruba.it Racing – Ducati) juntando-se a Razgatlioglu e Bautista no degrau mais alto nas seis corridas até agora. Discutindo quem ele acha que será o piloto a ser batido nesta temporada, Sofuoglu afirmou: “Acho que ainda a principal e difícil competição para nós é Bautista. Ele nos deu muita dificuldade no domingo, nós o vencemos na última curva. É um rival duro. Bautista também passou por momentos difíceis, porque Bulega chegou do WorldSSP e está imediatamente fazendo recordes de volta em todos os lugares e posso entender a situação de Bautista; você é o número 1 da garagem e o novato, o novo companheiro te faz sentir menos confiante na sua garagem. Isso é muito normal nas corridas. É bom para nós, honestamente!” Certamente isso é mais um ponto a somar para Toprak e a BMW. E Toprak certamente já fez história neste ano e se ele realmente for campeão, veremos o homem vencer a máquina (Ducati), e isso será de arrepiar. Vamos aguardar. Are you ready? Prepara o coração.
  • Liberty Media adquire a MotoGP e o WSBK:
ou veja aqui
ou veja aqui
  • Nicolo Bulega é submetido a uma cirurgia arm-pump na Itália após a Rodada da Catalunha: Pra ver como esse negócio é sério. O líder do Campeonato Mundial de Superbike MOTUL FIM 2024, Nicolo Bulega (Aruba.it Racing – Ducati) foi operado na quinta-feira, 28 de março, no Hospital Oglio Po (Cremona). Realizada pelo Dr. Alessio Pedrazzini para abordar a síndrome compartimental crônica do antebraço por esforço (arm-pump), uma cirurgia comum no motociclismo, foi decidido que após problemas anteriores, seria resolvido antes da terceira rodada de sua temporada de estreia. A questão está presente desde o inverno passado e piorou durante a Rodada Australiana para Bulega e foi agravada no fim de semana passado em Barcelona, onde fortes dores ameaçaram limitar o desempenho do atual Campeão Mundial de Supersport. Por esta razão, em acordo com a equipe Aruba.it Racing – Ducati, a decisão de realizar uma cirurgia no antebraço direito de Bulega foi tomada. Ele agora terá muito tempo para se recuperar da operação e ficar nas melhores condições para a terceira rodada da temporada 2024 do WorldSBK, marcada para 19 a 21 de abril, no Circuito TT em Assen, na Holanda.
ou veja aqui
  • Razgatlioglu vence com o terceiro fabricante e outros recordes: A rodada da Catalunya trouxe grandes choques, grandes reviravoltas e duas decisões épicas na última volta. Pra cardíaco tomar cuidado. Foram uma das melhores rodadas que já vimos. A história estava em todos os lugares que você olhava enquanto a BMW voltava às vitórias, o atual Campeão do Mundo estava de volta ao degrau mais alto e muito mais. Gosta de números interessantes? Vamos as grandes estatísticas em números do final de semana:
  • 3857/902 – A BMW teve que esperar 902 dias pela próxima vitória, depois que Michael van der Mark venceu em Portimao em 2021. No entanto, sua última vitória na corrida principal foi em Nurburgring em 2013, com Chaz Davies vencendo na Corrida 2, cerca de 3.857 dias antes da vitória de Toprak Razgatlioglu (ROKiT BMW Motorrad WorldSBK Team) na Corrida 1 em Barcelona. Divida o 3857 por 902 e você terá o 4 (número inteiro mais próximo): Toprak venceu em sua quarta corrida pela BMW; 
  • 202 – Depois de atingir a marca de 200 na Corrida 1, a sequência de corridas consecutivas de pontuação da Yamaha está agora em 202 após a Corrida 2;
  • 93 – Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati) está em 93 pódios após sua primeira vitória em 2024 na Corrida 2, apenas um atrás do triplo campeão do WorldSBK Troy Bayliss;
  • 87 – Durante o atual sistema de pontuação, – desde 1995 – 87 pontos para o líder do campeonato Nicolo Bulega (Aruba.it Racing – Ducati) é o valor mais baixo após seis corridas;
  • 86 – Sam Lowes (ELF Marc VDS Racing Team) tornou-se o 86o piloto a liderar uma corrida WorldSBK;
  • 60 – Bautista levou 60o vitória em sua carreira no WorldSBK, tudo conquistado pela Ducati e ele passa para o segundo lugar, agora atrás de Jonathan Rea (119) e à frente de Carl Fogarty (59) nas paradas de vitórias de todos os tempos do WorldSBK;
  • 41 – Razgatlioglu tem 41 vitórias, ironicamente apenas duas atrás do 41º lugar de Noriyuki Haga, que tem 43. No Superbike, diferente da MotoGP, as Superpoles contam nas estatísticas como vitórias;
  • 32 – Com 32 primeiras filas da Superpole, Razgatlioglu igualou o duplo campeão mundial Max Biaggi;
  • 10 – Axel Bassani (Kawasaki Racing Team WorldSBK) conquistou seu primeiro top ten com a Kawasaki na Corrida 1 com o P10;
  • 8 – O oitavo para Jonathan Rea (Pata Prometeon Yamaha) na Corrida 2 deu-lhe os primeiros pontos com a Yamaha;
  • 6 – Seis temporadas consecutivas de vitórias para Toprak Razgatlioglu, sua primeira vitória durante a Corrida 1 em Magny-Cours em 2019;
  • 6 – Seis resultados entre os seis primeiros para Alex Lowes (Kawasaki Racing Team WorldSBK) no início da temporada desde 2019 o deixam em terceiro lugar geral, indo para um de seus circuitos favoritos, Assen;
  • 4 – Quatro vencedores de corridas em seis corridas, o mesmo número de vencedores em toda a temporada de 2023. É a primeira vez que há quatro vencedores de corridas em seis corridas desde 2020, quando as quatro primeiras corridas foram todas vencidas por pilotos diferentes;
  • 4 – Quarto lugar para Michael van der Mark (ROKiT BMW Motorrad WorldSBK Team) na Corrida 2, seu melhor resultado desde o terceiro lugar na Corrida 2 em Mandalika em 2021;
  • 3 – Razgatlioglu venceu pela BMW na Corrida 1 em Barcelona, o terceiro fabricante com quem venceu depois da Kawasaki e da Yamaha. Ele é o sétimo piloto a conseguir isso nos 36 anos de história do WorldSBK, atrás de: Stephane Mertens, Anthony Gobert, Troy Corser, Eugene Laverty e Chaz Davies. Marco Melandri é o outro piloto recordista, mas é o único piloto a vencer com quatro fabricantes. Será que Toprak consegue um dia? 
  • 3 – Toprak é o terceiro na classificação do Campeonato, o melhor lugar para um piloto da BMW desde que Marco Melandri também foi o terceiro em 2013 no país de origem do #54’s, a Turquia;
  • 3 – Três top ten acabamentos em Barcelona para Danilo Petrucci (Barni Spark Racing Team) na única pista onde ele não marcou um top dez em sua temporada de estreia de 2023;
  • 2 – Um segundo pódio para Andrea Iannone (Team GoEleven) em sua temporada de estreia com o melhor P2 da carreira na Superpole Race;
  • 0,075s – O final mais próximo para uma corrida WorldSBK em Barcelona aconteceu na Superpole Race com Razgatlioglu batendo Iannone por 0,075 s depois que ele ultrapassou Bautista na última curva na última volta. 
  • Com 15 anos de intervalo, agora Toprak fez uma incrível ultrapassagem pra cima de Bautista que um certo doutor fez também incrivelmente pra cima de Lorenzo e na mesma curva, a final, a 14. Na época, Lorenzo disse em entrevista que nunca imaginou que a ultrapassagem podia acontecer ali. Assista e se arrepie também:
ou veja aqui
ou veja aqui
  • Andrea Iannone não esperava estar neste nível tão cedo e comparou a incrível Superpole Race com uma luta de boxe: O italiano continua impressionando durante sua temporada de retorno, lutando pelo pódio em todas as três corridas em Barcelona. Foi um quarto lugar na Corrida 1 e o segundo na impressionante luta Superpole Race. Na Corrida 2 ele também esteve na mistura, mas acabou caindo. Foi um fim de semana de corrida onde o #29 teve que aprender enquanto avançava, dada a sua falta de experiência com pneus Pirelli em uma pista onde administrá-los é crucial. Na Superpole Race foi incrível, o #29 aproveitou Razgatlioglu ultrapassando Bautista na curva final para ultrapassar o #1 na corrida para a linha enquanto ele passava para o segundo lugar, com Bautista sendo rebaixado do primeiro para o terceiro em questão de segundos. P2 deu continuidade à série de pódios de Iannone, contando agora com um na Austrália e outro em Barcelona. Na Corrida 2, ele estava correndo em terceiro antes de uma queda na Curva 10 tirá-lo da corrida, mas mostrar um ritmo forte o deixou feliz no geral: “Estou muito feliz com o fim de semana. Tentamos encontrar algo mais em comparação com a Corrida 1 na corrida longa. Encontramos algo na retaguarda. Estávamos na frente e lutei um pouco mais com os pneus dianteiros na Corrida 2. De qualquer forma, é sempre assim. Este é o jogo. Corremos riscos para melhorar. Não melhoramos como queríamos mas ganhamos experiência e informação, e esta corrida foi difícil porque não tenho muita experiência com estes pneus. No final do fim de semana aprendi.” Quando perguntado sobre a luta incrível da Superpole, Iannone falou sobre como lutar na corrida curta é diferente e como ele está à frente de suas expectativas em termos de onde ele achava que estaria lutando: “A Superpole Race é como uma luta de boxe. A cada curva, todo mundo me ultrapassa. Ultrapassei mais uma vez… a corrida curta é sempre assim. É uma grande luta, é muito divertido. Estou feliz com o resultado. No final, voltei agora, e não esperava, no segundo turno, estar nesse nível. Precisamos continuar melhorando e trabalhando, mas quando você está perto, os últimos detalhes são sempre difíceis de alcançar.
ou veja aqui
  • Fim de semana muito decepcionante para Jonathan Rea: O que ele tem a dizer? Depois de cinco corridas contundentes sem pontos para a Yamaha, um P8 para Rea em Barcelona pelo menos lhe dá uma pequena onda para surfar na ida para a próxima etapa, Assen. Isso mostra o quão competitivo está o campeonato e também as dificuldades da Yamaha, principalmente para Rea. E Locatelli, que teve bons resultados na Austrália, não conseguiu nenhum pódio na Espanha, sendo a sua melhor posição, um P5 na Corrida 1. Portanto a Yamaha tem muito o que melhorar. Resumindo seu fim de semana, Rea disse: “No geral, foi um fim de semana muito decepcionante, apesar de conseguirmos nossos primeiros pontos da temporada na Corrida 2. A corrida 2 foi uma corrida sem problemas. Eu lutei começando no P13 porque você não tem posição na pista e você tem que ser um pouco mais agressivo no começo. Depois disso, já havia desperdiçado um pneu e tentei conservar o máximo possível. Caras como Remy Gardner, Danilo Petrucci e Michael van der Mark e Alex, eu pensei que eles voltariam para mim no final. Eles diminuíram um pouco o ritmo, mas não o suficiente. Eu estava pegando, mas fiquei sem voltas. Há alguns pontos positivos aí; não é onde queremos estar agora, mas passaremos para Assen e tentaremos ter a mente aberta com o que pode acontecer lá. A maré tem que mudar; tivemos muitos problemas em nossa direção e estamos lidando com eles de uma maneira muito boa como equipe, tentando respirar e virar a página.” Sobre como está o campeonato atual, ele disse: “Você não precisa estar muito longe do ritmo agora para estar lutando fora dos dez primeiros e não tenho esse ritmo final na moto ainda. Ainda estou encontrando meus pés e tentando entender a moto. Estou realmente pressionando a equipe a me dar o que preciso para ser rápido. Está a levar tempo mas tenho a certeza que vai chegar. Eu realmente acredito nas pessoas ao meu redor, então há muito crédito para elas; eles merecem isso tanto quanto eu. Vamos continuar com isso, não desistir e Assen é um terreno de caça feliz para mim, então não há lugar melhor para ir ao lado para tentar marcar alguns grandes pontos. Você tem que levar essas pequenas vitórias; não estamos lutando pelo pódio, esse é sempre o alvo. No ano passado, você poderia ficar um pouco fora e lutar facilmente entre os dez primeiros. Precisamos maximizar nossos fins de semana e tentar ficar longe de problemas. Superpole é super importante; baguncei ali, então tenho que arcar com um pouco disso, mas provavelmente também não nos preparamos da maneira certa, com o Treino Livre 3 sendo difícil. Quando você começa da quinta fila, sua corrida está quase escrita na parede. O foco de Assen será conseguir uma moto com a qual eu possa correr bem, mas também começar mais acima no grid. Não podemos forçar a onda a chegar mas quando isso acontecer, tenho certeza que vamos montá-la bem.” É, motivado e confiante ele está. E você, acha que o multi campeão poderá voltar a ser competitivo ainda este ano? Deixe seu comentário.
OU VEJA AQUI
  • Toprak Razgatlioglu deu aos alemães da BMW algo a comemorar por muito tempo: Vamos conferir as palavras dele após sua excepcional vitória na Corrida 1: “Estou muito feliz. Obrigado à minha equipe, eles fizeram um trabalho incrível e finalmente vencemos. Esta vitória é de particular importância para mim, porque nunca tinha vencido neste circuito antes. Era o meu sonho e finalmente consigo uma vitória na Catalunha. É um momento incrível porque esta corrida foi muito difícil. Se vencemos aqui, acho que a luta será mais fácil em outros circuitos. Depois que Bulega passou por mim, eu o segui, mas depois de duas voltas, eu disse a mim mesmo que estava empurrando um pouco com força demais para o pneu traseiro. O pódio é suficiente para mim porque sei que neste circuito, os pneus traseiros perdem muito da sua eficácia nas últimas cinco voltas. Nas últimas cinco ou seis voltas, vi que Bulega estava começando a cair e empurrei com força, especialmente nos freios. Na primeira corrida da temporada, senti muita pressão porque foi meu primeiro fim de semana com a BMW, mas aqui não era mais o caso, e como Markus Flasch (CEO BMW) está aqui, queríamos fazer algo por ele. Conseguir a pole position e vencer a corrida fez deste dia um dia incrível. Temos mais dois cursos amanhã e agora nos concentraremos neles.” Essa vitória foi histórica. Veio com o auxílio da inexperiência de Bulega em gerir os pneus da sua moto superior, a Ducati, mas veio. Se Toprak não tivesse sido eficiente para estar na segunda posição naquele momento, esse fato jamais teria acontecido. Torpak realmente é um piloto muito diferenciado, e graças aos seu talento, ele e a marca alemã podem festejar. E que venham as próximas etapas do campeonato, será sensacional e tudo pode acontecer.

Antes do pódio e após a corrida, Toprak disse que é um sonho vencer na Catalunha, coisa que ainda não tinha feito. Disse que a BMW é uma boa moto e espera que isso tenha sido provado. Fato que provavelmente os demais pilotos da marca não devem concordar, como o Scott Redding. Mas Toprak pode se dar ao luxo.

OU VEJA AQUI
  • Michael van der Mark diz que teve azar nos últimos dois anos: O piloto 2 da BMW teve uma ótima atuação no final de semana na Catalunya. O #60 teve uma Superpole sólida que lhe deu a chance de lutar entre os seis primeiros durante todo o fim de semana, culminando em um belo P4 na Corrida 2 no domingo. Um sinal claro do enorme progressos seus e da BMW, resultados que certamente aquecerão seus fãs em casa para a próxima rodada em Assen, na Holanda. Imagens de Toprak ajudando o #60 foram mostradas e quando van der Mark seguiu seu companheiro de equipe, ele subiu para o P4 para obter o seu melhor resultado da Superpole desde Donington Park em 2022. Na Corrida 1, optou pelo pneu dianteiro mais macio que deu ritmo inicial, mas depois caiu na segunda metade da corrida, deixando-o em nono. No entanto, no domingo, o Campeão Mundial de Supersport de 2014 se manteve e lutou para o sexto lugar, estando bem na disputa por toda parte. Isso significava que ele manteve seu bom status na segunda linha para a Corrida 2, mesmo que caísse para P6. Para a própria Corrida 2, foi mais um começo forte e ele abriu caminho para o P4. À sua frente estava o companheiro de equipe Toprak, que perseguia a dupla da Ducati Alvaro Bautista (Aruba.it Racing – Ducati) e o companheiro de equipe Nicolo Bulega. Embora Bautista e Bulega liderassem e estivessem à frente de Toprak na linha, o quarto lugar para van der Mark é o primeiro resultado entre os quatro primeiros para o piloto de 31 anos desde a Corrida 2 em Mandalika em 2021. Isso enfatiza que ele não apenas está de volta à plena forma, mas que o BMW M 1000 RR se tornou um pacote forte para Toprak e ele, apesar de ainda gastar mais pneu que as Ducatis: “Foi muito bom e tive uma boa corrida. Comecei bem, me senti bem, mas sabia que seria uma corrida longa. No início, eu não queria me esforçar muito e tentei ficar longe de problemas. Alguns caras empurraram muito forte no começo e é difícil ficar calmo mas consegui ir, passar de novo e eu fiquei muito tempo no P5. Tentei manejar os pneus como na Corrida 1, perdi muito tempo. Quando Iannone caiu, eu estava no P4 e tive uma boa diferença para os outros e cheguei em casa lá. Austrália já estava bastante boa mas este fim de semana inteiro foi bastante bom e construí muita confiança e é bom ver que a moto está a funcionar tão bem e também, trabalhando em conjunto com a Toprak também. Eles disseram antes da rodada que esta é uma das piores pistas para nós e veja o que fizemos: Toprak duas vitórias e outro pódio e para mim, P9 na Corrida 1, mas depois P6 na manhã de domingo, mas depois P4, tenho muita confiança de volta. Toprak muito especial, sabemos que ele é um piloto especial, mas acho que ele mostrou imediatamente que a moto não é tão ruim quanto todos pensavam que a moto era. Tive azar nos últimos dois anos por não estar em forma mas sempre tentamos trabalhar e conseguir o rumo certo com este projeto e desenvolver a moto. Mesmo quando os resultados não foram tão bons quanto queríamos, essa direção que seguimos parece ser a certa. A atmosfera na equipe é muito boa e se continuarmos assim, só poderá melhorar.” Bom para nós fãs certamente e que venha a próxima corrida. E olhando para a próxima etapa, certamente a confiança é grande: “Seria muito bom subir ao pódio, já faz um tempo! Honestamente, tivemos um fim de semana muito forte aqui e se pudermos fazer o mesmo em Assen, com um pouco de pressão extra, espero estar no pódio lá.
ou veja aqui
  • Ficar atrás de Bautista foi uma ótima educação em gestão de pneus para Bulega na Corrida 2, depois do ocorrido na Corrida 1: Toprak Razgatlioglu mostrou seu talento na Corrida 1 vencendo de forma emocionante, mas a verdade precisa ser dita: a vitória veio principalmente graças a inexperiência de Bulega, que achou que seus pneus não teriam fim acelerando ao máximo. Mas ele aprendeu a lição. Dois segundos lugares foram garantidos para o novato, mas certamente a maior conquista tenha sido aprender lições com a decepção da Corrida 1 e seguir seu companheiro de equipe na Corrida 2. O #11 ficou em segundo lugar na Superpole de sábado, postando 1’39.591 que teria sido um recorde de volta se Toprak Razgatlioglu (ROKiT BMW Motorrad WorldSBK Team) não tivesse tirado 1’39.489 do chapéu para a pole. Isso o deixou em boa posição para a Corrida 1, mas ele perdeu terreno na largada antes de assumir a liderança e abrir uma diferença de cerca de quatro segundos para o #54. Parecia que Bulega levaria outra vitória, mas Razgatlioglu tinha outras ideias. O Campeão de 2021 lentamente começou a comer a liderança de Bulega, aproveitando o ritmo em queda do #11’s nos estágios finais, o que se tornou uma corrida épica e emocionante. Na volta 15, Razgatlioglu foi meio segundo mais rápido, seis décimos mais rápido uma volta depois, oito décimos mais rápido nas voltas 17 e 18 e um enorme 1,5 segundos mais rápido na volta 19, com Bulega marcando 1m44s9. Ele montou uma batalha de última volta com Razgatlioglu saindo por cima, apesar dos melhores esforços da estrela da Ducati. Na Superpole Race, Bulega mais uma vez perdeu terreno no início antes de lutar seu caminho para um acabamento em P4, dando-lhe a melhor vista da incrível luta de última curva pela frente. Na Corrida 2, Bulega e seu companheiro de equipe Alvaro Bautista lutavam pela vitória, com o bicampeão conseguindo afastar o estreante e conquistar sua primeira vitória em 2024. Mesmo assim, Bulega estava de bom humor após a Corrida 2: “Estou mais que feliz que sábado porque talvez tenha cometido um erro, empurrado um pouco demais no início e destruído os pneus. Eu era rápido, mas talvez rápido demais. No domingo, a estratégia foi o oposto do sábado. Decidi manter a calma e tentar seguir os caras mais experientes como Toprak, Álvaro e alguns outros. Estou feliz porque aprendi alguma coisa com Álvaro, ele ficou na minha frente por muitas voltas e vi como ele não destrói os pneus com o acelerador.” Assen é o próximo destino e é uma pista que Bulega conhece muito bem desde sua passagem pela Moto3™ e Moto2™ e também pela WorldSSP recentemente. Neste último, ele tem três pódios em quatro corridas, incluindo um duplo em 2023. Seu melhor resultado na Moto3™ foi o sétimo, enquanto ele não marcou pontos na Holanda na Moto2™. Depois de ter aulas em Barcelona, ‘Bulegas’ levará a luta para seus rivais mais uma vez em Assen? Certamente sim, e lá estaremos para contar tudo para você.

PERDEU NOSSA NARRAÇÃO DAS CORRIDAS?

OU VEJA AQUI
OU VEJA AQUI
OU VEJA AQUI

NÃO PERCA NOSSAS LIVES (quartas as 19 horas):

ou veja aqui

*CASO ESTEJA GOSTANDO DO NOSSO TRABALHO DE DIVULGAR AQUELES ESPORTES MENOS FALADOS NA GRANDE MÍDIA, PUDER E TIVER INTERESSE EM NOS AJUDAR VOCÊ PODE DOAR QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO NOSSO PIX*

Envie qualquer valor usando nossa chave PIX E-MAIL * ariel.selbach@gmail.com * (Ariel Ludwig Willig) ou chave PIX TELEFONE (54 9 9136 3402) OBS. Caso queira que seu nome seja comentado no próximo boletim, basta inserir o texto junto com o PIX ou enviando no próprio endereço de e-mail ou WhatsApp

NÃO PERCA NOSSAS TRANSMISSÕES DE CORRIDA AO VIVO

OU VEJA AQUI

Uma das melhores corridas dos últimos tempos!

ou veja aqui

NÃO PERCA NOSSAS ATUALIZAÇÕES NOS CANAIS:

ou veja aqui
ou veja aqui

CONFIRA NOSSAS ENTREVISTAS PELA ESTRADA:

ou veja aqui

GOSTA DE GAMES?

ou veja aqui

Além de Notícias, oferecemos Produtos e Serviços – CONFIRA:

OU VEJA AQUI

*CASO ESTEJA GOSTANDO DO NOSSO TRABALHO DE DIVULGAR AQUELES ESPORTES MENOS FALADOS NA GRANDE MÍDIA, PUDER E TIVER INTERESSE EM NOS AJUDAR VOCÊ PODE DOAR QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO NOSSO PIX*

Envie qualquer valor usando nossa chave PIX E-MAIL * ariel.selbach@gmail.com * (Ariel Ludwig Willig) ou chave PIX TELEFONE (54 9 9136 3402) OBS. Caso queira que seu nome seja comentado no próximo boletim, basta inserir o texto junto com o PIX ou enviando no próprio endereço de e-mail ou WhatsApp

👇☝️ ÚLTIMAS DO SITE – OBS. Tenha paciência e aguarde os link e vídeos carregarem 🙂

*** CALENDÁRIO, CLASSIFICAÇÃO E NOSSOS GRUPOS ***

OU VEJA AQUI
Se inscreva no nosso canal do Youtube “ESPORTE TOTAL MOMENTOS EMOCIONANTES” e receba nossas transmissões/narrações
Se inscreva no nosso canal do Youtube “ESPORTE TOTAL – FUTEBOL” e receba nossas transmissões/narrações
Curta nossa página no FACEBOOK e receba todas as NOTÍCIAS e INFORMAÇÕES dos esportes que abordamos (Automobilismo, Mundo das Lutas e Motociclismo)
Curta nossa página no TIKTOK e receba todas as LIVES dos esportes que abordamos (Automobilismo, Mundo das Lutas e Motociclismo)
Acesse nossos links para entrar no nosso GRUPO DE WHATSAPP e receba todas as NOTÍCIAS e INFORMAÇÕES dos esportes que abordamos (Automobilismo, Mundo das Lutas e Motociclismo)

Esporte Total Momentos Emocionantes Moto: CLIQUE AQUI
Esporte Total Momentos Emocionantes Automobilismo: CLIQUE AQUI
Esporte Total Momentos Emocionantes Esportes de Combate: CLIQUE AQUI
Esporte Total Momentos Emocionantes Futebol: CLIQUE AQUI

Acesse este link para entrar no nosso GRUPO DE TELEGRAM e receba todas as NOTÍCIAS e INFORMAÇÕES dos esportes que abordamos (Automobilismo, Mundo das Lutas e Motociclismo)
Acesse nosso SPOTFY e ouça as NOTÍCIAS e INFORMAÇÕES dos esportes que abordamos (Automobilismo, Mundo das Lutas e Motociclismo)

*CASO ESTEJA GOSTANDO DO NOSSO TRABALHO DE DIVULGAR AQUELES ESPORTES MENOS FALADOS NA GRANDE MÍDIA, PUDER E TIVER INTERESSE EM NOS AJUDAR VOCÊ PODE DOAR QUALQUER VALOR ATRAVÉS DO NOSSO PIX*

Envie qualquer valor usando nossa chave PIX E-MAIL * ariel.selbach@gmail.com * (Ariel Ludwig Willig) ou chave PIX TELEFONE (54 9 9136 3402) OBS. Caso queira que seu nome seja comentado no próximo boletim, basta inserir o texto junto com o PIX ou enviando no próprio endereço de e-mail ou WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *